11 3284-2111
arquivos Publicado em 12 de janeiro de 2016

Morad – O DESPREPARADO E A MÁ INFORMAÇÃO

morad

Não farei aqui análises sobre quaisquer pesquisas, nem apresentarei estatísticas ou
gráficos demonstrando o que discutiremos agora, mas certamente
comentarei notícia veiculada em jornal de forma negativa e até
errada, como também, falarei sobre informações boas, verdadeiras e
concretas sobre assuntos semelhantes.

O objetivo disso é demonstrar que o Brasil está se aquecendo
graças a iniciativa privada e a eterna vontade do ser humano em se
desenvolver como também, em buscar maiores ganhos financeiros, logicamente.

Nesses últimos dias foi veiculado artigo em jornal de grande circulação com o título
“Incerteza afasta os investidores estrangeiros”, esse artigo noticia a
falta de interesse e o resfriamento quanto à empresas estrangeiras
investirem no Brasil, ou mesmo adquirirem empresas como oportunidades por
aqui. Segundo escritórios especializados “as incertezas políticas são
entraves claros para tais interesses retornarem com estimulo” e, que com
dólar valorizado, “os lucros seriam pífios posto que os lucros em Real
seriam muito baixos em relação à moeda norte americana”.

Não podemos pensar assim em hipótese alguma, não podemos acreditar nisso, pois o Brasil é um país estratégico para investimentos, com mais de duas centenas de milhões de pessoas esse País nunca poderá ser desprezado, por conta de sua crise
política/econômica, ou por conta de qualquer outro fenômeno.

Se pensarmos em termos estratégicos, faríamos uma análise entre todos os
países do BRICS. O Brasil é um país ocidental, portanto, estrategicamente
muito mais amigável e sedutor do que qualquer outro, sem falarmos nas semelhanças culturais.
Ainda quanto à questão estratégica, muitos países vêm fazendo aquisições por conta da desvalorização de nossa moeda para auto fornecimento, gerando assim
enormes ganhos financeiros. Seus prognósticos não são tão negativos
quanto os nossos, pois para eles, se o Real for revalorizado, terão
ganhos astronômicos do ponto de vista investimento.
Se verificarmos as empresas que estão investindo hoje no Brasil, podemos
ver grandes grupos, tais como Carrefour, Brookfield, Foxconn, fundos advindos do Oriente Médio, fundos europeus tais como a suiça Partners Group, entre muitas
outras, aliás, dezenas e dezenas de outras grandes multinacionais e empresas de investimento que estão adquirindo ou estruturando suas atividades no Brasil atualmente.Se formarmos nossas opiniões em informações erradas, podemos ver as
oportunidades passarem de largo e perdermos assim, grandes oportunidades
de mercado que essa crise atual vem trazendo. Não podemos achar que essa
crise é a pior entre todos os países do mundo, ou que acontece apenas no
Brasil. Ela é mundial e podemos sentir em grandes centros como os Estados
Unidos da América ou muitos países Europeus, sem falar nos BRICS. Esse tipo competente de informação, nunca sairá de um veículo comum, é imprescindível ( e enfatizo novamente), a busca pela INFORMAÇÃO VERDADEIRA, COMPETENTE.

A busca por oportunidades tem que passar pelo conhecimento, e esse
conhecimento não pode se estabelecer na superficialidade. A pesquisa, o
estudo e a informação correta poderão levar a todos aqueles que realmente
se interessem, a grandes oportunidades e grandes negócios.

O Brasil é um celeiro de oportunidades, farto em negócios a serem
explorados e com olhos gigantescos, nesse exato momento, para nós. Se
trabalharmos com esses fatos, poderemos conquistar grande espaço e em
pouco tempo.

Empresas de todos os setores estão aportando no Brasil hoje, e trabalhando
fortemente na aquisição de novas oportunidades, empresas nacionais se
fundindo, sendo vendidas e até mesmo, empresas de fora iniciando suas
atividades a partir do zero.

O momento é, buscar opções, oportunidades e alocar toda a energia possível
em novos e bons empreendimentos que não virão sozinhos, e isso tudo, só se realizará se nós soubermos nos inserir nesse contexto e dar a devida vazão, o destino certo para cada negócio.

ANTONIO CARLOS MORAD