11 3284-2111
Entrevistas Publicado em 14 de abril de 2021

O trabalho temporário e o empresário na pandemia

o-trabalho-e-o-empresario-na-pandemia-morad

 

 

Saiba como o empresário na pandemia tem recuperado o prejuízo e a contribuição do trabalho temporário

 

O número de vagas temporárias de trabalho cresceu 25% no primeiro trimestre deste ano. Já foram mais de 2 milhões de vagas no ano passado.

O advogado Antônio Carlos Morad alerta que a mão de obra do trabalho temporário serve para substituir funcionários afastados mas não podem preencher vagas de funcionários demitidos ou que precisem de demandas permanentes, o alcance de tempo é em média de 90 dias.

A taxa de efetivação para funcionários temporários se mantém desde o ano passado em 22%.

Referente ao empresário na pandemia, estima-se que 45% dos donos de pequenos negócios precisam tomar providências para diminuir os prejuízos causados durante a fase emergencial no estado de São Paulo.

Entre as ações intensificadas de prevenção temos a maior preocupação com a higiene no ambiente de trabalho, redução de mão de obra e estoque, suspensão de atividades, trabalho remoto, redução de funcionários e métodos de entregas.

Com medidas mais restritivas para conter o avanço do coronavírus, empreendedores se veem cada vez mais prejudicados. Confira a entrevista completa na Rádio Jovem Pan!

 

Entre em contato conosco teremos muito prazer em atendê-lo.

 Acesse Nossa Página no Facebook 

Gostou dessa postagem? Acesse a postagem anterior sobre

 “As vagas de trabalho e seus percalços”